quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

As flores da primavera!

Dia 17 de janeiro de 2012.

Há exatamente um ano atrás eu estava em casa cercada por pessoas muito queridas tentando absorver a notícia que tinha acabado de receber. Mal sabia o turbilhão que ainda estava por vir...era apenas a pequena extremidade do novelo de lã que eu teria que desembaraçar.

Lembro – me que deitei na cadeira próxima a piscina, olhei para o Céu e me emocionei com o brilho das estrelas. Será que a minha continuaria brilhando?

Alguns falam que parece que foi ontem, mas para mim, vivi 250 anos em apenas um. Como disse meu pai, fui do céu à terra incontáveis vezes.

Agora entendo porque todos sempre me indagam de onde veio a minha força e como eu consegui superar tudo aquilo. Hoje me faço a mesma pergunta.

Creio que o Papai do Céu dá o desafio, mas também estende a mão e vai caminhando ao nosso lado. Caso contrário, eu não teria conseguido.

Mas eu consegui!!! E agora é hora de agradecer!

Comecei pelo meu médico – cirurgião! Eu e meu pai fomos a uma consulta na semana passada onde eu levei uma lembrança para cada assistente e uma cesta para ele! Junto com a cesta, entreguei um embrulho com um ursinho de pelúcia e uma cartinha.

Nesta carta agradeci tudo o que ele fez por mim – eu e minha família sabemos que não foi pouco – e escrevi: “Aqui está uma lembrança para que o Sr. se lembre da sua paciente mais jovem que foi operada pela 1ª vez no dia 22 de maio de 2011, com apenas 20 anos!”

Acho que ele gostou...!

Em seguida convidei todos os funcionários do escritório que eu faço estágio para uma comemoração na minha casa que ocorreu neste final de semana. Quase todos estavam lá! Foi uma delícia...pessoas alegres, muita comida, bebida, o tempo estava agradável e eu tive direito até a um bolo com “parabéns”!!!

E ao final mais uma surpresa dessas pessoas tão queridas! Ganhei um cachorro de pelúcia lindíssimo que estava usando uma camiseta com o nome de todos que lá estavam e um par de brincos MARAVILHOSO!

Eles não cansam de me emocionar...

E eu não canso de comemorar!!!

Voltando ao dia da consulta, o médico estava super feliz com o resultado de todo o tratamento e me disse que agora é só fazer o acompanhamento com exames periódicos! Pediu uma colonoscopia, um ultrassom e exame de sangue para março!

Ah....ele me recomendou uma coisa muito importante! PRATICAR EXERCÍCIO FÍSICO!

Além de ter ficado mais do que parada o ano passado eu também estava com receio de forçar alguma coisa e me machucar, mas ele disse que eu não tenho restrições a não ser a minha própria resistência.

Com essa notícia me matriculei em uma academia aqui em frente e estou super feliz com a minha evolução! Nos primeiros dias mal conseguia fazer esteira, hoje já estou correndo um pouquinho!

Além de fazer bem para a imunidade, para a circulação, para os ossos e todas aquelas outras coisas, é um momento muito especial que me faz muito bem já que por nem UM segundo eu fico sem pensar o quanto é essencial ter saúde e poder desfrutar dela.

Ainda me encanto com essas pequenas coisas! Na aula de abdominal só conseguia lembrar do meu esforço para levantar do sofá nos primeiros dias após a cirurgia...da cama então, só no colo do meu pai. E lá estava eu...fazendo abdominais e rindo da situação!

Ai ai...que bom que tudo passou e hoje eu posso acordar sem medo da próxima notícia.

Hoje estou me dedicando 100% a mim mesma! A minha pele, ao meu corpo, ao meu cabelo...quero cuidar de tudo que Deus me deu com todo o meu carinho.

Quero voltar o inglês esse semestre, já estou na academia, quero trabalhar e estudar mais! Aí minha avó disse: Menina, você vai ficar cansada...acha mesmo que vai conseguir fazer tudo isso?

E sem medir as palavras, eu respondi: Vó, eu conseguia ir para a quimio, trabalhar, fazer a radio, ir para a faculdade, acordar cedo no dia seguinte e passei de todas as matérias na faculdade! Agora é tudo fichinha!

Aliás, em uma dessas minhas procuras a escola de inglês eu fui pedir informações de horários e valores em uma escola aqui perto  quando o atendente me questionou sobre disposição de horários eu disse que trabalho das 09 às 16h e estudo das 18 às 23h, mas iria intercalar as aulas de inglês com a academia. Parecia que eu tinha ofendido o rapaz! Ele ficou indignado e me perguntou como eu iria conseguir viver daquele jeito e que horas eu iria me divertir! Hahahahahahahaha....a resposta foi exatamente essa! Uma breve risada e mais nada.

Esperei um ano para ter a minha vida sem restrições de volta e agora que tenho vou fazer o que? As mesmas coisas que eu fazia antes? Ta doido?

Sabe aquela euforia de criança na noite de natal quando recebe vários presentes do papai Noel? Pois é...eu estou assim! Encantada com todas as funções que eu, saudável, posso desenvolver no aspecto pessoal, mental, espiritual e físico!

E irei explorá-las a cada minuto!!!

Lembrei-me agora de um momento muito marcante e uma frase inesquecível!

Quando eu fui estudar no Canadá morei em casa de família por 05 meses numa cidade que fazia – 40 graus no inverno.

Um certo dia falei para o meu “pai” de lá que achava muito triste aquela paisagem branca com inúmeras árvores sem folhas e ele com toda a sabedoria do mundo me respondeu: Bruna, as árvores no Brasil não perdem as folhas no inverno? Mas isso é muito triste! Aqui as árvores perdem as folhas no outono, mas quando chega a primavera tudo nasce novamente! Então ficamos alguns meses sem a vegetação, mas quando temos as folhas e flores, são as mais belas de todas, pois estão sempre renovadas.

E aquilo ficou na minha cabeça...

“Algumas vezes nesta vida será necessário perder as folhas por um tempo. Mas quando chegar a nova estação tenha sempre a certeza de que o recomeço será repleto de brilho e magia.”

Afinal, esse evento torna as flores da estação mais fortes e abençoadas!